O incentivo à instalação de hábitos alimentares saudáveis na primeira infância deve ser um objetivo comum para os profissionais da área da saúde que assistem crianças junto às famílias.

Os profissionais devem ser aptos a orientar a prática do aleitamento materno e a mostrar alternativas na sua impossibilidade, eliminar mitos quanto à alimentação noturna,  orientar a evolução alimentar no primeiro ano de vida, alertar quanto ao uso indiscriminado de mucilagens e sobre os principais erros alimentares.

Em se tratando de saúde bucal, a alimentação tem relação direta.

A doença cárie, que tem a sua prevalência bastante significativa, é açúcar dependente. A exposição frequente a açúcares, principalmente à sacarose, é o fator mais importante no desenvolvimento de tal doença. Isso ocorre porque a sacarose é facilmente fermentável pelas bactérias presentes no biofilme dentário e elas produzem uma espécie de “cola biológica”.

Há evidência científica consistente entre a quantidade de açúcar consumida, principalmente a sacarose, e o desenvolvimento da cárie dentária. Estudos sugerem taxas de cárie mais baixas quando o consumo de açúcar é inferior a 10% da ingestão calórica total diária, em comparação aos casos em que é superior a 10% da ingestão calórica total.  Além disso, a ocorrência de cárie é ainda menor quando o consumo de açúcar é inferior a 5% da ingestão calórica, sendo que para este limite percentual, haveria benefícios para minimizar o risco de cárie durante todo o curso da vida.

É importante enfatizar que o consumo de açúcar descrito como sendo inferior a 5% é aproximadamente equivalente a 25 gramas (6 colheres de chá) por dia e forneceria benefícios de saúde adicionais na redução do risco de doenças crônicas não transmissíveis, principalmente relacionadas à obesidade e cárie.

Sendo assim, as gestantes e mães de recém-nascidos devem receber orientações para evitar a introdução do açúcar. Antes dos 2 anos de idade, não é recomendado o consumo de açúcar, pois a criança está formando os seus hábitos alimentares, que perpetuarão pela vida toda.

Entre os benefícios de se controlar a ingestão diária de açúcares, além da diminuição da cárie dentária, estão controle de peso corporal, prevenção do sobrepeso e diabetes.

Os pilares de uma boca saudável são: alimentação saudável e adequada higienização, com uso de creme dental fluoretado e fio dental.

Não deixe de procurar um profissional para mais informações!

“Em nenhuma circunstância as informações aqui publicadas substituem a consulta com o odontopediatra”

“Para mais informações, procure sempre o seu Cirurgião Dentista e realize uma consulta presencial antes de qualquer iniciativa”

Dra. Natália Teixeira – Odontopediatra (CRO-SP: 105-754)

CompartilharShare on Facebook

Comentários

CategoryArtigos

Tradução »