Em princípio, é bom lembrar que além dos perigos e necessidade de cuidados com a pele, a exposição ao sol também traz muitos benefícios para nossa saúde, como:

– Induzir a produção de vitamina D em nosso corpo, que é essencial para a formação de massa óssea, e, portanto, ajuda no crescimento das crianças e previne a osteoporose.
– Fortalecer o sistema imunológico e ajudar no tratamento de algumas doenças de pele.
– Estimular a produção de serotonina, hormônio da alegria e bom humor, causando uma sensação de bem-estar e auxiliando no sono.

Agora, vamos nos lembrar de alguns perigos do sol:

– Queimaduras solares.
– Manchas na pele.
– Aumento do risco de câncer de pele na idade adulta.

Então, como proteger e cuidar da pele de nossos bebês e crianças?

Bebês com idade de até 6 meses não devem usar protetor solar, portanto, devem ser protegidos com roupas leves que cubram toda a pele, além de chapéus, óculos de sol, guarda-sol e o próprio carrinho de bebê. Não se deve usar protetor solar nesta idade porque a pele do bebê é mais sensível e fina e não há testes de sensibilidade autorizando o seu uso.

Após os 6 meses até 2 anos de idade, é um pouco mais fácil. Existem algumas ótimas opções no mercado. Protetor solar próprio para bebês com FPS 50 ou 60 que agem como uma barreira física. E após 2 anos de idade, são indicados protetores solares infantis com FPS mínima de 30. O protetor solar deve ser reaplicado a cada 2 horas e sempre após sair da água. O horário permitido para exposição solar até 2 anos de idade é até as 8h da manhã e após às 17h, quando os raios solares estão mais amenos. Já após 2 anos de idade, há uma maior flexibilidade de horários, sendo recomendada a exposição até as 10h da manhã e após às 16h.

Outros cuidados importantes: entrar na água do mar sem poluição é super saudável! A piscina com água tratada somente com cloro pode ser prejudicial para algumas pessoas, já as piscinas ozonizadas costumam ser bem melhores. Mas independentemente do tipo de água, é necessária uma ducha após se banhar e, para aquelas crianças que possuem alguma dermatite ou pele mais sensível, é importante o uso de hidratantes de boa qualidade em seguida, para que a pele não fique ressecada e danificada.

Ok! Pele protegida? Então prontos para brincar e aproveitar o verão!

Dra. Ana Claudia Lima Ferri Vasconcelos Afonso Médica Pediatra, CRM SP 180052, é pediatra e também atua na área de Alergia e Imunologia Pediátrica

Comentários

CategoryArtigos

Tradução »